Como otimizar seu tempo?

03/10/2016

Com base no livro “Quem roubou meu tempo?” de Ernesto Berg, pontuamos alguns aspectos que podem ser ótimos aliados para seu dia a dia e para não enlouquecer tentando esticar seu tempo.  

O tempo é algo que não pode ser estocado, nem pode ser prolongado, ele é único. Cada dia tem 24 horas, cada hora 60 minutos, este é o tempo da pessoa mais rica até a mais pobre do planeta. Por isso pode-se dizer que o tempo é democrático, o mesmo para todos. O que muda então? Muda o que cada um faz para usufruir deste tempo, isto que será determinante no como ele passará.

É importante que todos aprendam a usar o tempo a seu favor, encarar um tempo como um inimigo, tentar fazer ao máximo e correr contra ele, só vai exaurir a pessoa, elevar o nível de estresse e pode ser pouco produtivo. Vendo o tempo como um aliado, a pessoa consegue planejar como produzir mais e melhor com o tempo que tem, sem se transformar por exemplo em um workaholic, alguém viciado em trabalho que parece nada mais fazer.

Outro ponto abordado por Berg é quanto ao uso das tecnologias. Hoje com tantas tecnologias disponíveis, smartphones, notebooks, celular, etc, a pessoa fica disponível 24 horas por dia e o tempo de resposta ficou imediato. Isto naturalmente faz com que as exigências sejam maiores e dá a sensação de que o tempo ficou ainda mais escasso, porque o dia continua tendo as mesmas 24 horas da época da máquina de escrever e da carta via correios.

Por estes motivos e muitos outros, a administração do tempo é uma das coisas mais valiosas. Buscar a eficácia das pessoas é uma tarefa árdua, como produzir mais em um espaço mais curto de tempo. Fazer as coisas com qualidade e de maneira mais rápida para que, finalmente, sobre tempo. E ao sobrar tempo tente resgatar projetos antigas, colocar ideias do papel em prática, fazer um curso que deseja, conviver mais com a família, cuidar da sua saúde, enfim aproveitar mais o tempo.

Por isso questione-se onde gasto meu tempo? O que me causa insatisfação? O que desejo mudar? Controle seu tempo, seja mais produtivo e realizado.

 

Fonte: Revista MELHOR ABRH Brasil, Edição CONARH 2016

             Baseado no livro “Quem Roubou meu tempo?” de Ernesto Berg

 

Sua empresa é prestadora de serviços?

5 motivos para implantar relógio ponto eletrônico

Conheça 3 tipos de controle de ponto

 

 

 


Kl-Quartz Relógio ponto portaria 1510 - relogio, eletrônico, digital, biométrico