Como implantar uma política de ponto

relógio ponto

06/12/2019

O primeiro passo que uma empresa pode dar para ter total controle sobre a jornada de trabalho de seus colaboradores é implementar uma política de controle de ponto que dê acesso à informações estratégicas, como produtividade e redução de custos com possíveis horas extras. Atualmente, existem duas formas de fazer este controle: utilizando o tradicional livro ponto, preenchido manualmente pelo funcionário e analisado posteriormente pelo RH; ou o ponto eletrônico, mais moderno e atual, onde o funcionário registra automaticamente seus horários podendo ser analisado em tempo real pelo RH. 

Para estruturar o sistema de controle dos funcionários é preciso ter uma boa estratégia. E uma forma eficiente é investir em tecnologia implementando o relógio ponto. Nele, o registro pode ser feito pela identificação biométrica, crachá de proximidade, crachá código de barras ou digitação de senha no display. 

Contudo, mesmo se uma política de ponto ainda não faz parte da cultura da empresa, fazer investimento em livro ponto certamente não é a opção mais atraente pois, em um mundo tecnológico que muda constantemente, implementar processos obsoletos é trabalhar e investir dobrado, já que, no futuro, certamente o uso do ponto eletrônico poderá ser obrigatório e regulamentado. 

Porém, no dia a dia, muitas empresas ainda estão utilizando o livro ponto. No entanto, esse controle é ultrapassado e não produz a eficácia que um sistema de ponto eletrônico tem. Atualmente, cada vez mais, as empresas devem propor estratégias que facilitem tanto a rotina dos colaboradores quanto os processos do RH da empresa. Além do mais, o uso de papel já é algo ultrapassado, ainda mais em empresas que têm como valor agir de a favor do meio, criando ações que reduzam o uso de papel e outras iniciativas. 

Mesmo assim, independente do ponto ser eletrônico ou analógico, para investir em uma política de ponto, é essencial avaliar a cultura organizacional. Em alguns casos, por exemplo, alguns funcionários têm o hábito de trabalhar parte do tempo em home-office, outros viajam a trabalho e a empresa precisa prever como será programado um banco de horas ou pagas as horas extras ou, em caso de faltas, qual política deverá seguir.  

Além disso, para que a nova política de ponto traga benefícios à empresa em pouco tempo, é fundamental envolver os gestores líderes no processo de execução, liderando ações e informando aos colaboradores os novos formatos de acesso.   

Com todas essas informações, podemos ver que investir em tecnologia pode trazer inúmeros benefícios às empresas. Nesse caso, o ponto eletrônico é a opção mais eficaz se a intenção é reduzir processos de acordo com os valores da empresa e com a evolução do mercado.  


Veja como funcionam nossos produtos. Aqui na KL Quartz temos a solução para a sua empresa com a melhor tecnologia do mercado.


Kl-Quartz Relógio ponto portaria 1510 - relogio, eletrônico, digital, biométrico